DEUSAS BRASILEIRAS

"Mas Anacardium quando recebe em seus ramos o carinho da brisa, quando nela buscam refúgio os pássaros que cantam e bicam seus frutos, as aves tornam sua estrutura uma espécie de terceira dimensão para a concepção e manipulação dos frutos. Eis então que de sua elegância, de sua macia doçura experenciada em cajus amarelos e vermelhos a deusa saboreia a semelhança de sua cordialidade com a vida".

      

                                                                  Trecho do mito da Deusa do Caju, por Marília Beatriz.